Loctite 601 10g


Características e Benefícios

Adesivo de fixação à base éster de dimetacrilato, de alta resistência com velocidade de cura média e baixa viscosidade; indicado para preencher pequenas folgas.

LOCTITE 601 é um adesivo de fixação anaeróbico, verde, à base de éster dimetacrilado, apresenta baixa viscosidade e tempo de cura médio, indicado para uma folga diametral de no máximo 0.1 mm. É um adesivo de alta resistência para aplicações que requerem uma adesão permanente. O tempo de fixação no aço é de 25 min e a temperatura de trabalho vai de -55 até +150°C. A fluorescência permite o monitoramente da presença do adesivo.

  •  Produto monocomponente, não requer mistura
  •  Velocidade de cura média
  •  Alta resistência para montagens permanentes
  •  Baixa viscosidade, preenche pequenas folgas
  •  Possui fluorescência para permitir o monitoramento da presença do produto

Informação Técnica

Base Química / BaseMetacrilato
CorVerde
Diametrical Clearance (Maximo) (in.)0.1 mm
Tempo de fixação25 min.
Tempode fixação de temperatura25 °C
SubstratosMetal: Aço
Viscosidade100 - 150 mPa.s (cP) Brookfield


DESCRIÇÃO DO ADESIVO 

O adesivo Loctite 601 é um adesivo de fixação monocomponente anaeróbico para peças cilíndricas. O adesivo loctite 601 cura quando confinado na ausência de ar, entre superfícies metálicas. 

APLICAÇÕES TÍPICAS 

O Loctite 601 é usado para unir partes cilíndricas de conexão, particularmente em situações onde é necessário baixa viscosidade. Dentre as aplicações indicadas estão a fixação de rolamentos e buchas, em suas sedes ou eixos. 

Adesivos anaeróbicos resistem a altas temperaturas

Descrição do Adesivo

Aplicáveis nos segmentos metalúrgico, automotivo e de manutenção, estão disponíveis em 14 tipos, divididos em quatro linhas: Trava Rosca, Fixação Cilíndrica, Vedação de Tubos e Elimina as Juntas. Apresentam diversos graus de viscosidade e resistência à vibração, fluidos e altas temperaturas; previnem vazamentos e não contaminam sistemas hidráulicos e pneumáticos. A vedação é feita por processo químico desencadeado quando há ausência de oxigênio na presença de íons de metal, e o tempo de cura é de aproximadamente 15 min.

As tecnologias de adesivos anaeróbicos ainda podem melhorar?

Os adesivos anaeróbicos foram descobertos em 1956 por Vernon Krieble, fundador da Loctite

Desde então, diversas empresas se dedicaram à produção de adesivos com esta tecnologia, que revolucionou a manutenção industrial ao garantir processos de travamento, vedação e fixação muito mais confiáveis e duráveis do que os sistemas mecânicos.

Mas desde então o que mudou? Apesar de hoje poderem ser encontrados no mercado muitos produtos essencialmente com a mesma formulação descoberta por Krieble, também houve muitos avanços por parte dos fabricantes de adesivos industriais. 

E mesma a tradicional apresentação líquida possui inovações. Existem fórmulas hoje que são muito mais resistentes ao calor e tolerantes ao óleo.

Porque a tolerância ao calor é importante: a temperatura de trabalho de diversos equipamentos ou tubulações (com conexões rosqueadas ou flanges) excede a temperatura de fórmulas anaeróbicas mais antigas, e provoca como consequência o desgaste prematuro da adesão, provocando vazamentos ou no caso de parafusos, sua soltura.